Apoios

Apoios

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Final de Época 2016/1017 - Campeões Nacionais


O balanço foi muito positivo no final desta época.

Muito trabalho foi desenvolvido este ano e a prova disso foram os excelentes resultados que há algum tempo perseguia, começando pela pista coberta com os mínimos obtidos para os Campeonatos da Europa. Com algum azar à mistura fui o primeiro atleta a ficar de fora da final dos 1500m.



A época de inverno passava e as ambições já eram outras.
Com uma excelente preparação abri logo a época com Recorde Pessoal aos 1500m de 3:37.16min que me colocou como 5º atleta mais rápido na história de Portugal. De seguida bati o meu Recorde Pessoal aos 800m baixando por 3 vezes do 1:50min. 

Recordes Pessoais que me tornaram líder nacional em 3 provas esta época:
800m: 1:49.10
1500m: 3:37.16
3000m: 8:04.49 (esta de pista coberta)

Antes da 2ª internacionalização da época sagrei-me campeão nacional na prova dos 1500m, nos campeonatos realizados em Vagos, uma prova muito táctica e com muito vento que prejudicou o tempo final, o importante era unicamente a vitória.

Grande azar no Europeu de Nações, onde me empurraram e a consequente desclassificação do atleta em causa. As mazelas desta prova fizeram com que os resultados das competições seguintes não fossem de acordo às minhas expectativas.



Para finalizar a época corri este último fim-de-semana no Nacional de Clubes em Leiria, na prova de 1500m com as intenções de dar o máximo de pontos possíveis ao Sport Lisboa e Benfica.
Acabei por ser 2º classificado com um sabor agridoce, pois ambicionava o primeiro lugar. Apesar disso, no final das duas jornadas, os meus colegas de equipa proporcionaram-me mais um ano de grande festa ao conquistarmos pela 7ª vez consecutiva o título de Campeões Nacionais.

Fica aqui um pequeno resumo da festa que foi:



segunda-feira, 26 de junho de 2017

Team Championships 1st League - VAASA 2017


A representar as corres nacionais este fim de semana no Europeu das Nações, partilho convosco um pequeno resumo dos campeonatos (também já partilhado no Facebook e Instagram).
Corri os 1500m no sábado e estava bastante tranquilo na corrida e com muito à vontade durante toda a prova, mas com o azar que todos já sabemos (cai a 200m da meta) não foi possível fazer melhor...

No domingo, na prova dos 800m, entrei determinado a alcançar o máximo de pontos, já que tinha a 10 melhor marca entre os participantes, arrisquei e até ia confortável, mas nos últimos 200m de 2o fui parar a 10, não consigui acompanhar a mudança de andamento. Fiz os possíveis para recuperar das mazelas de sábado, mas pelos vistos as pernas sentiram mais o "empeno" do que a minha cabeça e coração sentiam.
 
Obrigado por todo o apoio, saio desta competição insatisfeito e com ganas por mais, muito mais!!! Esta equipa foi fantástica comigo e o espírito entre todos foi excelente. Tenho a certeza que todos deram o seu melhor, e por isso, estamos de parabéns! O objetivo de subir à Super Liga fica adiado por mais um ano...

Resultados:





domingo, 28 de maio de 2017

3º em Oordegem - Bélgica - International Athletic Meeting - com novo PB: 3.37,16

Depois de mais um estágio em altitude em Font Romeu, nos Pirinéus, chegava o momento de voltar à competição e procurar uma boa marca. 

Inspirado pela excelente prova que o meu colega de treino, Hugo Rocha, fez antes da minha série (minímos para os campeonatos da Europa de sub 23 e recorde pessoal por larga margem), entrei para a competição determinado em fazer o mesmo. 
A minha série repleta de bons atletas, com recordes pessoais melhores que o meu, fez com que a prova se desenrolasse em excelentes andamentos. Desta forma, consegui bater a minha anterior marca (3.38,66) por mais de um segundo, estabelecendo assim o meu recorde pessoal em 3.37.16. 

Esta marca é a melhor do ano em Portugal e coloca-me como o 5º melhor atleta de sempre nesta distância, o que para mim é um feito incrível com os nomes do atletismo nacionais que constam na lista de atletas nesta distância ( http://atletismo-estatistica.pt/sempre/absolutos-m/). A nível internacional é também uma marca de relevo que me coloca dentro do top 25 mundial na distância (site por atualizar com as marcas obtidas recentemente: https://www.iaaf.org/records/toplists/middlelong/1500-metres/outdoor/men/senior/2017)

Acima de tudo, é uma marca que vem confirmar o bom trabalho que tenho feito com o meu grupo de treino e com o meu treinador, Pedro Rocha. 

Faltam 68 dias para os campeonatos do mundo de atletismo em Londres e estou mais focado que nunca em alcançar os minímos de participação nesta competição. 



Obrigado pelo apoio de todos! Até breve! :) 

quarta-feira, 8 de março de 2017

Rescaldo do Europeu de Pista Coberta - Belgrado - Sérvia

Posso dizer que saí de Belgrado de cabeça erguida, pois dei o que tinha e considero ter feito uma corrida razoável. Consegui um 3º lugar na minha série, que acabou por não ser suficiente para passar à final. Passavam os dois primeiros de cada série e os três melhores tempos do conjunto das três séries. 
Fica um sentimento agridoce, pois o primeiro objetivo nesta competição era chegar à final, que acabou não acontecer, mas fica o sentimento que dei o meu melhor e faltou-me uma ponta de sorte para passar à final. Com uma partida confusa, onde foram dados dois tiros, dois atletas ficaram para trás e eu também fiquei na dúvida durante um pequeno período de tempo o que me prejudicou na marca final. A prova decorreu em ritmos lentos e quando mudámos de andamentos, houve dois atletas que se destacaram e eu lutei e consegui conquistar o 3º posto. 


No final, injustamente, os dois atletas que se deixaram ficar para trás protestaram a partida e os juízes deram-lhes razão e repescaram-nos para a final.

Fica para a história mais uma participação nuns europeus absolutos, em que o ambiente foi incrível. Uns campeonatos em que Nelson Évora ganhou o ouro, a Patrícia Mamona ganhou a prata e o Tsanko fez um brilhante 4º lugar com novo recorde nacional do peso PC.


Obrigado pelo apoio e mensagens de carinho que me foram endereçadas. 
Em breve regressarei mais forte.
 







quarta-feira, 1 de março de 2017

EUROPEAN ATHLETICS INDOOR CHAMPIONSHIPS - BELGRADE 2017


Amanhã, sexta-feira dia 3 março pelas 18:15h, irei participar em mais uma grande competição internacional em absolutos. Depois de várias competições internacionais em Juniores e Sub-23 e de uma participação nos Europeus de Zurique ao ar livre, chega a oportunidade de participar num europeu de atletismo indoor na prova dos 1500m. 


Estou bem preparado e confiante, e o primeiro objetivo é passar à final desta competição.

Podem acompanhar as provas através da RTP2. A minha prova mais concretamente, será transmitida na RTP2 às 18:15h. 

Conto com o vosso apoio e podem contar com o meu empenho total.

Lista de selecionados para os campeonatos: FP Atletismo

Vejam e apoiem todos os Portugueses em prova. Horário e atletas no site da FP Atletismo

Horário oficial do evento das várias provas:


domingo, 19 de fevereiro de 2017

Campeonatos de Portugal e Nacional de Clubes

Olá amigos,

Quero apenas "formalizar" e partilhar aqui pelo meu blog oficial como foram foram os Campeonatos de Portugal no fim de semana passado e os Campeonatos Nacionais de Clubes.

Campeonatos de Portugal


Depois de ter corrido em França e ter participado em dois meetings, chegava a altura dos campeonatos de Portugal de PC. Corri no sábado dia 11, os 1500m. A corrida foi tática e estive mal a gerir a prova, acabei por ser surpreendido no final pelo Guilherme Pinto, fiz 2º lugar. No domingo, participei nos 800m e "limitei-me" a seguir o Sandy Martins na expectativa de o conseguir surpreender no final, mas não foi possível e fiz um novo 2º lugar. 

Resumo, dois segundos lugares no Campeonato de Portugal absoluto! Pouco, muito pouco para o que ambicionava, mas temos de saber perder e nestas alturas à que reconhecer e dar valor aos adversários. 



Campeonato Nacional de Clubes

Este fim de semana, novamente em Pombal, "correu-se" mais uns campeonatos nacionais de clubes. Este ano com o aliciante extra de vários atletas terem trocado o Benfica pelo Sporting e por isso, já se sabia à partida que a discussão pelo título seria bem renhida.
O Benfica escolheu-me para correr os 1.500m no sábado, onde não quis arriscar nada, pois o erro cometido no fim de semana passado não poderia novamente acontecer. Fui para a frente com "tudo" e e ganhei a prova com alguma tranquilidade pois o andamento que coloquei foi muito forte: 3.45.25.



No domingo, fui chamado a correr os 3.000m e numa prova táctica ainda tentem atacar de forma a ganhar a corrida, mas não foi possível e fui ultrapassado nos metros finais pelo Hugo Correia que este bem, pois também me ressenti de algum cansaço do dia anterior (ao contrário do meu adversário que estava mais fresco que eu).
Em resumo deste fim de semana, cumpri com o que me competia e dei mostras do meu real valor. Espera-me agora uma fase de treinos para preparar da melhor forma os campeonatos da Europa de Pista Coberta em Belgrado.

Com alguns atletas lesionados e uns azares nesta própria competição (como é o foi o caso da desistência por lesão do saltador Marco Chuva) o Benfica não conseguiu renovar o título de campeão nacional de clubes que tinha ganho nos últimos 5 anos. Desta forma o Sporting saiu vencedor em masculinos e femininos, parabéns a todos.

Até breve.
Obrigado 





todos os resultados aqui